NO GENDER GAP

16-11-2019

O projeto No Gender Gap! é co-financiado pelo programa Erasmus+ 

https://www.yeseuropa.org/nogendergap/ 


Descrição do projeto

A tecnologia e a digitalização serão um viveiro de novos empregos nos próximos anos. Especificamente, segundo a Randstad, 390 mil empregos diretos relacionados à ciência, tecnologia, engenharia e matemática só na Espanha. No entanto, se a tendência não mudar drasticamente em pouco tempo, a maioria desses empregos será ocupada por homens e, portanto, a diferença de género só aumentará.

Apenas 15,4% dos especialistas em tecnologias de informação e comunicação (TIC) em Espanha eram mulheres em 2016. Um nível ligeiramente inferior ao da União Europeia (UE), que se situou em 16,7%, de acordo com o Serviço Comunitário de Estatística, Eurostat.

Os números mostram que as mulheres estão "sub-representadas" entre os especialistas em TIC em todos os Estados-Membros. Esta situação contrasta de forma impressionante com a proporção do emprego total. De acordo com os dados do Eurostat, ambos os sexos estão mais equalizados nos resultados do emprego generalizado (53,9% dos homens e 46,1% das mulheres).

Através deste projecto, propomos incluir um conjunto de competências básicas para o desenvolvimento profissional dos currículos de formação das mulheres. Assim, constituímos uma parceria composta por entidades com experiência em formação e integração de mulheres, desejosas de contribuir com o seu know-how para um projeto transnacional.

Os objectivos do projecto são os seguintes:

-Melhorar a atratividade das disciplinas STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) através do uso da robótica e da automação, que provaram ser um meio de envolvimento bem sucedido.

- Promover a literacia digital e o pensamento crítico nas mulheres, especialmente nas que se encontram em situações de exclusão social e de pertença a grupos desfavorecidos, reduzindo assim o fosso de género e melhorando o acesso ao mercado de trabalho;

- Melhorar as competências profissionais dos docentes através de novas abordagens metodológicas

- Criar novas abordagens internacionais destinadas a reduzir as desigualdades de género no acesso e na participação nas novas tecnologias

- Captar a atenção das mulheres para a indústria das TIC e especialmente na robótica, enfatizando as atividades com mais possibilidades de alcançar uma inserção efetiva no mercado de trabalho.

- Oferecer centros de formação com uma perspectiva de gênero que lhes permita repensar seu enfoque formativo e buscar oportunidades para um setor mais igualitário.

-Estabelecer medidas consultivas que facilitem a transição da indústria de tecnologia para uma maior consciência de gênero e equilíbrio.

-Aumentar o reconhecimento de competências e criar condições que permitam a realização de novos programas com maior desempenho.

O projeto destina-se tanto a educadores como a mulheres em risco de exclusão social e pertencentes a grupos desfavorecidos (por exemplo, desempregados, vítimas de violência de género, refugiados, sem estudos universitários, residentes em zonas rurais) que pretendam melhorar as suas competências profissionais num setor onde a elevada procura de empresas do mundo das TIC pode reduzir significativamente a taxa de desemprego.

A parceria concorda em realizar um projeto que pode ter efeitos benéficos para educadores, formadores e mulheres e pode aumentar a sua influência pessoal e profissional na Internet para reduzir as disparidades de gênero, promover a inserção social e laboral das mulheres e gerar uma comunidade de mulheres com maior interesse no uso da tecnologia para promover o empreendedorismo e auto-emprego.

Toda a parceria quer contribuir para internacionalizar as suas experiências e melhorar os seus conhecimentos, a fim de alcançar os objectivos comuns acima mencionados, especificamente num sector e para um grupo-alvo actualmente considerado uma prioridade máxima para as estratégias europeias de inclusão, educação e emprego.

O projeto irá também produzir abordagens, metodologias e ferramentas inovadoras que serão úteis internacionalmente, uma vez que são traduzidas em várias línguas e facilmente acessíveis. Finalmente, a visibilidade dos resultados do projecto terá um impacto nos diferentes intervenientes que melhorará significativamente a visibilidade internacional dos parceiros e, ao mesmo tempo, melhorará a perspectiva das políticas europeias em matéria de emprego e educação, contribuindo para reduzir o actual eurocepticismo em muitas áreas da sociedade europeia.

Parceiros

Scuola di Robotica
Building Bridges
ILO
Previform
Weltgewandt